Menu fechado

Volkswagen Gol Last Edition feito para a Argentina é mais potente que o vendido no Brasil | Mercado

Das 1.000 unidades criadas, 350 foram criadas para exportação e distribuídas pelos demais países da América Latina onde o Gol também fez sucesso. Entre eles, Argentina e Colômbia, por exemplo.

No entanto, quando a ficha técnica do modelo foi apresentada nesses países, uma diferença chamou a atenção. Dentro do cofre não estará o motor 1.0, mas sim o veterano 1.6 8V.

Por não se tratar de um motor flex, o rendimento é de 100 cv e 14,7 kgfm de torque. O câmbio é sempre manual de cinco marchas. O visual e a lista de equipamentos seguem inalterados.

Você provavelmente quer saber o motivo por trás dessa alteração, e a resposta é simples: a lei. A nova fase do Proconve L7 prevê redução de emissões evaporativas, o que exige mudanças no tanque de combustível, retirar o tanquinho de partida a frio e diversas outras mudanças no propulsor.

Dessa maneira, apesar de ainda usar o 1.6 16V na Saveiro, a Volkswagen optou por não homologar o Gol 1.6 16V e, por esse motivo, desde a virada do ano o hatch é vendido somente com motor 1.0 de três cilindros.

Quer ter acesso a conteúdos exclusivos da Autoesporte? É só clicar aqui para acessar a revista digital.

Reportagem no site


Caso ainda não conheça nossa comunidade, o Clube do Gol tem um fórum onde os membros podem interagir e postar dúvidas, de mecânica, manutenção, elétrica, personalização e qualquer outro tema relacionado ao VW Gol (Voyage, Parati e Saveiro também são bem-vindos hein). Para acessar o forum, é bem simples, basta clicar nesse link:
https://clubedogol.com/forum/

Será um enorme prazer te receber como novo membro 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *