Menu fechado

VW Gol supera os R$ 90 mil e T-Cross vai a R$ 151 mil; veja os preços

Como é praxe nos últimos meses, a tabela da Volkswagen foi atualizada e apresenta preços mais altos em novembro. O Gol, por exemplo – que um dia já foi chamado de carro popular -, novamente ficou mais caro em todas as versões de acabamento e passa a superar os R$ 90 mil com pacote completo de opcionais. Entre os modelos, no entanto, destaque para o T-Cross, que já pulou para R$ 151.090 no modelo topo de linha.

E não é só isso. Além deles, Voyage e Saveiro também sofreram alta neste mês. O sedã, que quase encostava nos R$ 100 mil, já ultrapassou essa marca quando o cliente opta por acrescentar todos os opcionais. Já no caso da Saveiro, a alta de R$ 2.400 na configuração de entrada (Robust, cabine simples) levou a picape dos R$ 70.990 para R$ 73.390, um adicional de R$ 2.400. Pelo modelo topo de linha, Cross, a VW pede R$ 111.690. Aumento de nada simbólicos R$ 4.300.

preços
Volkswagen/Divulgação

Você também vai gostar de

Antes de detalhar preços e versões, cabe lembrar que, conforme o Jornal do Carro vem noticiando, a razão apontada pelas montadoras para a alta dos valores é a crise dos semicondutores e o dólar alto – cotado, nesta sexta-feira, a R$ 5,52. O motivo para que o aumento seja praticado também para carros fabricados no Brasil é a importação de peças e componentes. E cabe salientar que os reajustes não dão carona para quaisquer alterações em visual, mecânica ou lista de equipamentos.

Reajustes

Na versão de entrada 1.0 MPI, o Gol saltou para R$ 67.790 após alta de R$ 2.200. Já no modelo 1.6 MSI com câmbio manual, foi de R$ 72.790 para R$ 75.250 – acréscimo de R$ 2.460. Por fim, o modelo topo de linha (MSI automático), com a alta de R$ 2.700, passa a custar R$ 83.390. Caso o cliente opte pelo pacote Urban Completo (R$ 7.430) e pintura metálica, o preço chega a R$ 92.430.

preços
Volkswagen/Divulgação

No caso do Voyage, o modelo de entrada 1.0 MPI agora vale R$ 78.490 – antes, R$ 75.950. A configuração 1.6 MSI manual foi de R$ 81.090 para R$ 83.800 (R$ 2.710 a mais). A variante 1.6 com câmbio automático no entanto, parte de R$ 91.290 ante os R$ 88.290 cobrados até então. Sem contar que, além da alta de R$ 3.000, o sedã compacto pode chegar aos R$ 100.330 com os pacotes opcionais inclusos.

E se você pensou que isso aproximou hatch e sedã dos irmãos Polo e Virtus, se engana. Afinal, a dupla também registou elevação de preços.

Com produção reduzida a apenas um turno na fábrica de São Bernardo do Campo (SP), Polo e Virtus, a princípio, passam a custar, respectivamente, a partir de R$ 70.650 (alta de R$ 2.220) e R$ 89.240 (acréscimo de R$ 2.880).

Em relação às configurações topo de linha, o reajuste é ainda mais assustador. São R$ 5.500 a mais no Polo GTS (R$ 131.690) e R$ 4.800 extras no Virtus GTS (R$ 137.890).

Volkswagen
Volkswagen/Divulgação

T-Cross sobe quase R$ 7.000

Na linha 2022, apresentada em setembro, o Volkswagen T-Cross aposentou o câmbio manual e, nesse sentido, agregou novos equipamentos às quatro versões disponíveis: Sense, 200 TSI, Comfortline e Highline. Dentre eles, estão volante multifuncional, novos logotipos e opções extras de cores para a carroceria.

Reportagem no site


Caso ainda não conheça nossa comunidade, o Clube do Gol tem um fórum onde os membros podem interagir e postar dúvidas, de mecânica, manutenção, elétrica, personalização e qualquer outro tema relacionado ao VW Gol (Voyage, Parati e Saveiro também são bem-vindos hein). Para acessar o forum, é bem simples, basta clicar nesse link:
https://clubedogol.com/forum/

Será um enorme prazer te receber como novo membro 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *